Tuesday, 20 de August de 2019

Mais de trinta

É possível homens e mulheres gostarem de duas pessoas ao mesmo tempo?

Qual a sua dúvida?

Qual a sua dúvida?

Fiquei intrigada depois de escutar de um amigo dizer: “acho que gosto de duas pessoas”. Descreveu-me as duas mulheres de forma simples e honesta. Uma bem humorada cheia de energia, topava boas aventuras e tinha um sorriso encantador, a outra era bonita, não tão inteligente, romântica e cheia doçuras.

Procurei na psicologia respostas para saber se realmente isso poderia acontecer mesmo que eu já soubesse que isso é bem natural. Uma das respostas que achei foi sobre a divisão entre os componentes emocionais e toda razão composta por aquilo que sempre escutamos ser o certo a fazer. Parece que o cenário atual é diferente dos nossos pais, tenho amigas acima dos 30 que não querem se casar, casais casados que vivem em casas separadas, homens e mulheres que não tem o desejo ter filhos, mulheres que ajudam consideravelmente nas contas em casa, entre outras escolhas.

Todo mundo cresce escutando que a felicidade é se casar, principalmente nós mulheres, certas vezes parece que crescemos apenas para isso, ter filhos, conduzir uma família, ter um  trabalho e pagar as contas. Mas desde quando a vida ficou tão obvia, sucinta e sem graça?

Será mesmo que são só essas as escolhas possíveis? Não dizendo que são escolhas fáceis, mas são naturais, como se estivéssemos na terra somente a espera dessas coisas. Falando objetivamente, assim parece que não fomos criados para grandes e fortes emoções, mesmo que a gente saiba que a maternidade não é fácil, mesmo que a gente saiba que cultivar e regar a planta do amor seja tarefa diária e extremamente cuidadosa.

Nestas minhas pesquisas vi que amor é descrito como algo sólido, como se você pudesse estar casado há anos e fora do casamento acabar admirando alguém por reviver coisas e situações de quando era solteiro ou do começo de sua relação. Todos sabem o quanto é gostoso o começo de uma relação, os jantares, as taças de vinhos, as noites mal dormidas, todos conhecem o frescor de um amor.

Amor livre para homens e mulheres

Amor livre para homens e mulheres

Percebi que as pessoas podem estar casadas e muito bem casadas, com uma mulher solidária, companheira, boa mãe, que cuida do parceiro e do lar e que divide as tarefas, porém intelectualmente não é tão estimulante ou tão intrigante quanto outra mulher que você possa conhecer no ambiente do trabalho. Isso se vale aos homens também. A mulher pode encontrar em um amigo alguém mais paciente, mais animado, mais inteligente. Uma pessoa que se mostra portadora de uma riqueza cultural, intelectual, e é claro que qualquer indivíduo fica encantado por esse novo universo que se afasta do seu cotidiano.

No fundo sua alma sabe que dentre escolhas existem perdas irreparáveis, trocar uma admiração, um encanto, ou uma paixão incerta resultaria em uma perda do núcleo de aconchego familiar, que é construído e fortalecido com muitos pilares mais que mesmo assim de nada se parece seguro que não possa entrar outra pessoa no lugar.

Para quem vive essa divisão o coração e a cabeça ficam atordoados, não é cômodo gostar e se sentir atraído por duas pessoas. Um conselho facilitador é cair fora, porque é muito difícil de resolver sem machucar alguém ou a si mesmo.  Mas para quem gosta de fortes emoções sei que essa não é a melhor solução.

Precisamos lembrar que apesar de parecer um dramalhão mexicano, isso acontece, o ser humano tem em si uma insatisfação e uma inquietação natural. É possível sim ter o coração dividido, separar as pessoas por qualidades e afinidades, assim como quem separa os amigos, fulano é bom para sair para dançar, ciclano é legal para sair para comer ou o outro é legal para viajar.

No dia a dia sempre fazemos separações, mas não se assuste se contar para alguém e for julgado, isso ainda está fora das convenções sociais, embora existam  pessoas que defendam a ferro e fogo as relações chamadas de poliamor.

Ainda é pré requisito básico para qualquer relacionamento a fidelidade, e veja bem, isso inclui até a fidelidade de olhares e pensamentos para muita gente por ai, só que  quando nos afastamos  do que achamos tradicional podemos compartilhar de muitas historias onde o importante é mais a lealdade.

Os psicólogos têm a sua razão, é possível gostar de mais de uma pessoa ao mesmo tempo, já que o amor não é nenhuma receita e não há nenhuma métrica tão pouco sentido. Não é preciso ser super moderna para aceitar ou entender esse tipo de reação. Também não é questão de desapego ou falta de respeito e sentimento, amores simultâneos existem,  e há quem diga que eles até empolgam as relações existentes.

Mas calma lá, traição e mentira ficam para uma próxima pauta.

Esses sentimentos duplos, cheio de intensidade que chega sem avisar e vai devastando tudo por onde passa, podem ter muitos nomes, amor efêmero, fogo de palha, dor de cabeça ou até mesmo paixão.

Ninguém pode ter o coração refém de uma determinada situação ou alguém, um casamento deve durar apenas enquanto houver felicidade. Se você for uma pessoa bem resolvida e esclarecida sabe que alguns casamentos terminam mesmo quando há amor, mas falta um monte de coisa. Sentir atração por pessoas mundo afora, acredite, é a coisa mais natural do mundo. Lá fora existem homens e mulheres mais inteligentes, mais bem humorados, mais carinhosos, mais cheios de vida do que a pessoa que está ao seu lado. Sinto dizer essa verdade.

É a lei da compensação, o que em uma pessoa tem na outra falta, não existe uma pessoa única que complete todas as lacunas e vazios da sua vida. Primeiro porque quem as deve fazer é si mesmo e segundo porque sim, somos cheios de defeitos e sem querer decepcionamos pessoas por conta de tudo que esperam de nós.  São brechas desse tipo que às vezes fazem a gente olhar diferente ao redor do mundo e enxergar novas possibilidades de afeto.

Só que isso não pode durar para sempre, é difícil tomar uma decisão entre duas pessoas com tanta coisa bacana principalmente no calor de uma paixão.  Na verdade, estamos sempre escolhendo opções e caminhos para vida, e dentre essas possibilidades, cada ação sempre gera uma reação.

Leia outras colunas de Luciana Mazzilli

Conheça outros colunistas do Mais de Trinta.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!