Saturday, 18 de August de 2018

Mais de trinta

O fantasma da crise dos 30

crise_30_capa

 

Será que todo mundo passa pela crise dos 30 anos? Tanto homens quanto mulheres? E se passa, será que é na mesma proporção?

Porque será que nessa fase quando estamos cruzando a linha dos 3.0 a vida começa a cobrar um mundo de coisas que não cobrava aos 2.0? Não sei quanto a você, mas eu tive uma super crise. Pensei nas mudanças do meu corpo, porque ainda não tinha filhos, porque ainda não tinha ficado rica. Ainda não sou a profissional fantástica e estabilizada que esta prestes a juntar seu primeiro milhão? Por quê?

Esses são pensamentos que surgiram para mim, porém cada um em algum momento planejou um ideal de vida. Como você se imaginava aos 30 anos?

Então algumas pessoas me disseram; os 30 são os novos 20. E ai cai de novo naquela acomodação de pensar, realmente o mundo mudou. Hoje as pessoas priorizam outras coisas, priorizamos vida profissional, temos que curtir a balada até mais tarde para não bater o arrependimento de não ter aproveitado ao máximo, falar pelo menos 3 idiomas, conhecer meia dúzia de países e ai sim podemos começar nossa família e entrar no projeto “ideal” de vida criado pela humanidade e seus conceitos que nem sempre fazem sentido.

Porem para se conquistar os 3 idiomas, conhecer a meia dúzia de países e ser um profissional já estabilizado aos 30 anos e ainda sentir que aproveitou toda a diversão de estar solteiro leva tempo, um tempo que nem sei se será possível recuperar.

Para a mulher é ainda pior por conta do maldito relógio biológico, isso não mudou. Segundo minha ginecologista a medicina evoluiu, mas o prazo de validade da mulher para ter filhos de forma segura continua o mesmo. E ai o que você escolhe? Ou já escolheu?

crise_30_2

O metabolismo muda, antes você perdia 2kg em uma semana, hoje você precisa de um mês para isso. Com 30 e poucos anos você espera outras coisas dos homens em relação a tudo, maturidade, sexo, criatividade e profissionalismo, ou seja, o nível de exigência aumenta dificultando o processo de se encontrar alguém. No trabalho, qualquer coisa não te serve mais, você quer ser reconhecida pela estrada já caminhada, receber o justo por isso e deve estar procurando se consagrar no seu ramo de vez, para a partir daqui, ser a profissional fantástica e estabilizada que citei no começo.

Algumas de suas amigas já possuem suas famílias e você percebe que, algumas não se sentem completas e felizes, pois casaram “cedo” e deixaram de aproveitar uma série de coisas que você, mulher independente, já está cansada de aproveitar e ai você pensa novamente, quem esta melhor hoje? Eu ou Ela?

Penso que ninguém esta melhor, ambas as situações tem suas vantagens, cabe a você definir o que quer da sua vida e ter certeza que suas escolhas definem a sua história!

Gosto de falar em minhas palestras e para qualquer pessoa que busque um conselho que ninguém deve repetir a vida de ninguém, nem “modelos de sucesso”. Cada um veio para trilhar um caminho e quanto mais exclusivo for esse caminho melhor, mostra que você esta buscando sua identidade e não esta preocupada em seguir padrões mentais estipulados por uma sociedade, família ou amigos.

Se conheça o máximo possível para saber o que realmente você espera da sua vida. Faça uma viagem ao futuro mentalmente e se imagine olhando para trás e vendo o que você realizou e gostaria de ter realizado.

E ai? A Visão é boa? Nessa visão você foi uma mulher ou homem de família? Conseguiu se estabelecer profissionalmente como queria? Largou tudo e foi morar em Jericoacoara? Teve filho aos 40? Casou aos 60?

Cada vida é exclusiva e tudo é possível para qualquer um em qualquer idade, então é normal passarmos por essas fases de crise, porém besteira é se perder ou permanecer nelas por muito tempo.

Tenha em sua consciência o que você deseja sem pensar no que os outros desejam para sua vida, da sua felicidade só você pode entender. Mentalize seu caminho e contribua diariamente para trilhar essa estrada que produziu, sem pressão, afinal a vida muda em instantes, você não sabe como será o próximo segundo.

Muita gente realizou e realiza o tempo todo, independente de idade e de opinião alheia, se concentre em você e busque a SUA felicidade através da descoberta da sua identidade. Falaremos sobre essa busca da identidade no próximo post, afinal é o que todos buscamos a vida inteira.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!