Sunday, 20 de October de 2019

Mais de trinta

4 dos melhores filmes cults de todos os tempos

The Princess Bride

The Princess Bride

É impressionante como o cinema é algo que marca as nossas vidas, quantas vezes você já não foi assistir à um filme que não importa o tempo que passe, é impossível esquecer aquele dia? Mas não estamos falando apenas de cinema não, estamos falando de filmes em geral, alguns nem chegam a ir para o cinema, mas marcam a nossa memória e a história da cultura do mundo do mesmo jeito. Já vimos inúmeros atores incorporarem papéis tão incríveis na tela do cinema que até hoje eles são lembrados por aquele personagem, ou então, histórias tão fantásticas que são usadas de referência para momentos importantes do nosso dia a dia. Nostalgia, entretenimento, cultura e prazer são as principais sensações que que um filme pode causar em nós.

Confira alguns dos filmes cults que são considerados os melhores de todos os tempos:

1 – The Princess Bride

Um filme da década de 1980 do queridíssimo Rob Reiner, o mesmo diretor de filmes de sucesso como  This Is Spinal Tap, Stand by Me e When Harry Met Sally. The Princess Bride é um filme mega divertido de de romance / aventura / fantasia / comédia com Cary Elwes, Mandy Patinkin, Robin Wright, Wallace Shawn, e um pouco do brilhante Andre the Giant.

2 – The Room

Filmes cults tem a fama de serem maravilhosamente estranhos, mas tem uns que aparecem à vezes que são estranhamente terríveis. The Room é um filme indevidamente hilariante de Tommy Wiseau, produzido em 2003 com o orçamento de 6 milhões de dólares, um orçamento baixo que deu ao filme o título de uns dos piores de todos os tempos. Em The Room você vê uma atuação horrível, falhas de continuidade e até mesmo um diagnóstico de câncer de mama que parece não ter nenhuma relação com o enredo, de tão condenado por sua obscuridade, acabou ganhando um status cult no circuito de meia-noite.

3 – Hedwig and the Angry Inch

Hedwig and the Angry Inch é um musical off-broadway que num primeiro momento não fez muito sucesso, mas foi recuperando ibope ao longo de três anos. John Cameron Mitchell faz a direção do filme e atua no papel da cantora transexual do punk da Alemanha Oriental.

4 – Blade Runner

O início de 1980 foi basicamente uma utopia para os nerds, novos e emocionantes jogos de vídeo-game estavam invadindo os arcades em cada mês, os computadores domésticos começaram a  surgir e novos filmes foram chegando aos cinemas (e eles eram realmente muito bons). Agora, imagine só a emoção na comunidade quando souberam que o diretor estrangeiro Ridley Scott estava formando uma parceria com Harrison Ford para fazer um filme sobre robôs no futuro? Blade Runner excedeu as expectativas em todos os sentidos, e mais de 30 anos depois, eles ainda estão discutindo se o  personagem de Harrison Ford era ele mesmo ou não.

 

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!