Wednesday, 02 de December de 2020

Mais de trinta

4 motivos para assistir Ela

Ela

Dirigido e escrito por Spike Jonze, ela é um dos indicados ao Oscar de melhor filme

Em cartaz no Brasil há uma semana, “Ela” conta a história do Theodore, um homem recém divorciado que enfrenta uma fase de tristeza e solidão. Tudo isso muda quando ele encontra Samantha, um sistema operacional construído para interagir com humanos. Theodore e Samantha se apaixonam e vivem uma história de amor um tanto peculiar.

Confira 4 motivos para não perder este filme:

1. O filme mostra uma realidade não tão distante

O filme se passa na Los Angeles de 2030, e mostra traços e evoluções tecnológicas que não estão tão distantes de nós. A mania de interagir com gadgets ao invés de pessoas se intensifica, a interação dos humanos com os computadores aumenta, mas não existe nada de absurdo como robôs assassinos que querem dominar o mundo. Isso e o traço humano que o diretor e roteirista Spike Jonze dá a trama tornam o filme mais próximo de nossa realidade.

2. Joaquim Phoenix e Scarlett Johanson dão um show de interpretação

Você não verá a bela Scarlett Johanson no filme “Ela”, coube a atriz interpretar Samantha, o sistema operacional pelo qual Theodore (Joaquim Phoenix) se apaixona. Esse amor entre humano e computador exige uma bela interpretação de Phoenix, que precisa se relacionar com algo que ele ouve, mas não está por perto. Scarlett, ou melhor, sua voz, também faz um belo papel, interagindo, mostrando sentimentos como tristeza e tesão e dilemas existenciais que fazem com que o público simpatize com seu personagem, mesmo que ele não exista visualmente.

3. “Ela” pode ter robôs, mas fala sobre humanos

O filme pode até narrar a relação de um humano com um sistema operacional, mas não se engane. Essa abordagem foi utilizada para fazer uma crítica a nós, seres humanos e como nos relacionamos. Prova disso são as pouquíssimas interações entre pessoas nas ruas durante a trama, isso porquê todos eles estão ocupados utilizando fones de ouvido e conversando com dispositivos. Será que isso te lembra alguma coisa?

4. Indicado ao Oscar como Melhor Filme

Tudo bem que o Oscar já não é aquela premiação incontestável de antigamente e até perdeu um pouco de seu glamour. Mas este ano as indicações trazem filmes interessantes e muito diferentes entre si. “Trapaça”, “Philomena”, “O Lobo de Wall Street” e “12 anos de escravidão” são alguns dos bons filmes que estão concorrendo ao lado de “Ela”, mostrando, além de diversidade, muita qualidade. Mesmo com um orçamento menor, “Ela” está entre os grandes indicados, muito disso graças a um excelente roteiro.

Confira outras notícias sobre cinema e cultura em nossa editoria Cool. 

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!