Tuesday, 24 de November de 2020

Mais de trinta

15 ensinamentos para viver mais

viver_mais_capa

Não é mais nenhum segredo ou técnica milenar o que devemos fazer para nos manter vivos e saudáveis. Fatores como não beba, não fume e pratique atividades físicas por exemplo, são conselhos e alertas que aparecem na nossa frente todos os dias. O difícil mesmo, é fazer.

Mas será que esses conselhos (e vamos supor que você os siga) são tudo o que precisamos para ter longevidade na vida? Eles são suficientes? Uma pesquisa que vinha sendo realizada desde 1921 na Califórnia, pelo falecido médico Lewis Terman, aponta outros fatores essenciais para a longevidade. O estudo foi acompanhando a vida de 1500 crianças desde o ano 1921, para se ter uma noção ampla do que é benéfico e do que trava a nossa velhice.

Conheça alguns ensinamentos:

1 – Não se aposente e nunca fique sem nada para fazer

É muito simples, ficar parado não faz bem à ninguém, principalmente quando se está velho. Você precisa exercitar o seu corpo, a sua mente. Crie um hobby, caminhe, pinte, leia, dance, qualquer coisa. Assim o seu corpo sempre terá energia e irá funcionar, ao contrário de quem adere ao sedentarismo e fica horas na frente da televisão.

2 – Passe fio dental, faz bem até para o coração

Parece mentira, mas você sabia que usar fio dental além de evitar mau hálito, perda dos dentes  e gengiva inflamada, ele pode prevenir doenças do coração? Não usar fio dental acumula placa bacteriana, que causa gengivite e provoca a liberação de substâncias químicas da inflamação que contribuem para doenças cardíacas.

3 – Otimismo demais não é bom

Ser otimista demais pode levar você a tomar atitudes e decisões que o colocarão em riscos. Como adiar a ida ao médico e não acreditar que tal coisa não irá acontecer com você. Sempre veja o outro lado da moeda, assim você se previne mais.

4 – Socialize

Somando com o tópico 1, sair de casa para passear, conhecer gente nova e fazer novos amigos é uma ótima maneira de não ficar parado e cuidar da mente. Isso é garantido pela ciência.

5 – Tenha fé em algo

Seja qual for a sua religião, pratique-a de alguma forma. Faz bem para o coração e consequentemente para todos ao seu redor.

6 – Beber com moderação faz bem

Diversas pesquisas já abordaram essa questão. Existe uma quantidade específica de bebida alcoólica que diminui os riscos de doenças cardiovasculares. Mas preste atenção, a quantidade é específica, não abuse!

7 – Palavras cruzadas é o que há

Novamente somando com o tópico 1, mantenha-se sempre em atividade. Palavras cruzadas, vídeo-game, xadrex etc ajudam muito a exercitar a mente. A vida adora sentir-se entusiasmada, aderir novos hábitos à sua rotina causa essa sensação.

8 – Seja mais feminino

Mulher é um bicho doido, elas comem melhor, vão ao médico, se importam mais com os sentimentos, fumam menos, se envolvem menos em acidentes. Seja mais mulher e viva mais.

9 – Não se permita viver viúvo

Não deixe que o falecido leve a sua alegria e o amor que ainda lhe resta junto com ele para o céu. Fique com os seus sentimentos aqui na Terra e compartilhe-os com uma nova pessoa, faz bem. Afinal, você ainda está vivo, os amores se renovam.

10 – Não se incomode com bobagens

Sentimentos como ódio, mágoa e qualquer tipo de ressentimento, se cultivados, produzem uma substância chamada cortisol, um hormônio que ataca seu coração, metabolismo e sistema imunológico. Aprenda a deixar pra lá, dê importância para o que lhe faz bem.

11 – Não confie em “genética boa”

Cada um é cada um, se um parente seu viveu muito não quer dizer que você também irá viver. Pesquisas apontam que apenas 25% da sua vida tem ligação à sua genética, os outros 75% dependem de você. Se cuide!

12 – Amigos legais e amigos saudáveis são coisas diferentes

Diga com quem andas que te dirá quem és. Bem isso. Amigos são pessoas que nos contagiam por aquilo que eles são em sua essência, portanto, permita-se contagiar por amigos que agreguem valor e qualidade de vida.

13 – Tenha filho, ou cachorro, ou gato, ou qualquer coisa

Ter alguém mais novo que você para cuidar te mantém ligado no mundo afora, antenado e animado. Se não rolar um filho, pode ser um animal de estimação também. Curtir um cachorro por exemplo, libera uma substância benéfica chamada ocitocina, presente na relação de pais e filhos.

14 – Seja bom no que faz…

…pois trabalhar em algo em que somos bom nos faz sentir valorizados e importantes. Trabalhar em algo que não gostamos sim, não vale a pena.

15 – É melhor prevenir e se remediar

Fique desconfiado e vá atrás quando algo na sua saúde lhe parecer estranho. Não eixe de tomar remédio quando achar necessário.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!