Sunday, 12 de July de 2020

Mais de trinta

Síndrome de Cinderela, nova onda de cirurgia plástica

Nos dias atuais, ainda temos sindrome de Cinderela?

Nos dias atuais, ainda temos síndrome de Cinderela?

Para calçar sapatos com bicos finíssimos e saltos enormes, mulheres se submetem à cirurgia para encurtar os dedos e afinar os pés

Muitas mulheres – por incrível que pareça – para calçar aquele sapato dos sonhos, com bico bem fino e salto altíssimo, sem sentir nenhum desconforto, estão recorrendo a cirurgias estéticas, para encurtar os dedos e afinar os pés.

Muito procurada no exterior, sendo a cirurgia estética que mais cresce no Reino Unido, a técnica está mexendo com a cabeça delas, que sonham em ter pés pequenos, que se encaixam, perfeitamente, em quaisquer modelos de sapatos, confortavelmente. A técnica consiste em serrar os ossos dos dedos e, até mesmo, fazer lipoaspiração nos pés.

Apesar de permitido, o procedimento não é consenso entre os médicos. A cirurgia oferece os mesmos riscos que qualquer outro procedimento cirúrgico.

Além disto, alerta a profissional, os pacientes que se submetem à técnica correm o risco de sentir dor constante e ter restrição de movimentos nos pés. Se a paciente tem, por exemplo, um segundo dedo maior que o dedão, o encurtamento desse, por estética, pode causar um desbalanço na parte da frente do pé, levando sobrecarga aos dedos e ossos vizinhos, causando dor e, consequentemente, dificuldade para andar.

Segundo a especialista, os dedos são fundamentais para garantir o equilíbrio durante a troca de passos, pois são essenciais para impulsionar o pé e concluir a passada. Cada dedo é fundamental para a garantia da estabilidade, por isto, diminuir o tamanho deles causar um desbalanço nos pés, sendo muito prejudicial à saúde.

Mexer na largura da parte anterior do pé, ou seja, no antepé, também não é indicado por muitos médicos. Segundo a especialista do Centro Médico São José, a largura dos pés está associada ao formato natural dele e deformidades, muitas vezes, podem ocorrer devido à presença de joanete no dedão ou no dedinho.

É possível tratar estes casos específicos por meio de cirurgias, em que os ossos são serrados, mas o procedimento não estreita o pé.

Por que o pé fica largo?
Muitas pessoas afirmam que andar descalço alarga os pés e que, portanto, se ficarmos sempre calçados, nossos pés deverão ficar esteticamente perfeitos.

O formato dos pés é determinado geneticamente, não tendo relação com o uso de sapatos. Andar descalço não influencia no tamanho, nem no alargamento dos pés. O uso de calçados apertados, ou com bico fino, pode predispor a formação de joanetes. Ainda assim, o uso de sapatos largos não impede que a deformidade se manifeste, uma vez que tem relação genética e anatômica”, explica a médica, ressaltando que o mesmo vale para o uso de calçados apertados, com numeração inferior, que podem causar deformidades nos dedos, principalmente, a joanete e o chamado dedo em garra (sobreposto).

A cirurgia dos pés por estética não é oficialmente contraindicada no Brasil. Cabe ao cirurgião, juntamente com seu paciente, conversar sobre os riscos e benefícios do procedimento, lembrando que a cirurgia de encurtamento dos dedos, ou afinamento dos pés, oferece riscos de o paciente evoluir com dor, limitação de movimento, processos infecciosos locais e até circulatórios.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!