Sunday, 12 de July de 2020

Mais de trinta

Qual o tamanho certo da camisinha?

condoms

Um dos maiores símbolos do sexo seguro é o preservativo masculino. Apesar de ser amplamente divulgada nos meios de comunicação e por profissionais da saúde como maneira de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e gravidez, muita gente compra a camisinha no tamanho errado e só percebe na hora H. Se for pequena para o instrumento, pode incomodar, romper ou mesmo acabar sendo descartada antes do ato se consumar. Se for grande, também pode causar desconforto e sair com maior facilidade durante os movimentos.

Se você ainda faz a compra das camisinhas de maneira aleatória na farmácia, é hora de conhecer melhor como funcionam os tamanhos e não errar na hora de se prevenir na hora do sexo.

Os tamanhos são bem variados, mais longas ou mais curtas, mais estreitas ou mais largas. Se na embalagem do preservativo está impresso “grande” ou “pequena”, quer dizer, normalmente, que é o tamanho da largura da camisinha, e não do comprimento. Porém, muitas camisinhas são de tamanho único, “adaptando-se” ao pênis. O diâmetro médio e mais encontrado é de 52mm, mas há também os de 55 mm (extra) e de 49 mm (teen).

No quesito comprimento, a variação média é de 10 a 18 centímetros. O comprimento errado também compromete a proteção. Por isso, se tiver dúvida, opte pelo tamanho convencional e compre mais uma opção de tamanho se precisar trocar. Aliás, ter sempre mais de duas camisinhas à disposição é importante, pois se a noite se estender, é importante que troque de camisinha a cada relação. As espessuras das camisinhas também possuem variações, como as de modelos “sensíveis”, que são mais finas e indicadas para os homens que perdem a sensibilidade com camisinha normal.

Fazer os testes de tamanho em casa, sozinho, é melhor que na hora H, certamente. Teste primeiro a de tamanho convencional. Se couber, deslizar bem e ficar firme no lugar, achou o tamanho certo para você. Caso contrário, é simples perceber se a camisinha ideal é maior ou menor.

As camisinhas mais comuns são de látex e possuem grande variedade além do tamanho, como em cores, cheiros, sabor e ranhuras. Outros materiais usados para camisinhas são a pele de cordeiro (opção para alérgicos a látex), poliuretano (outra alternativa para alérgicos a látex, além de causar sensação de que não se está usando preservativo) e o de tactylon (estica mais que os outros, tomando o formato do pênis).

Todas estas dicas também devem ajudar se você for comprar a camisinha para seu parceiro, resumindo, tamanho médio e outras opções extras para prevenir!

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!