Thursday, 21 de March de 2019

Mais de trinta

Comportamento da mulher X Comportamento do homem

Comportamento feminino X Comportamento masculino

Comportamento feminino X Comportamento masculino

Essa semana li uma reportagem da escritora americana Camille Paglia que afirmava: “Nós sufocamos os homens”. Quando li o título, automaticamente concordei com ele. Porém ao decorrer da reportagem, abri ainda mais os olhos para o que essa onda feminista causa nas relações e o impacto que isso pode ter nos homens e em seu comportamento.

Pode ser que eu esteja errada, porém se observarmos a história, podemos perceber que a mudança no posicionamento da mulher na sociedade foi brusca. Há pelo menos 50 anos atrás a inspiração das mulheres ainda era construir família e o marido era o centro dela. Hoje em sua maioria elas querem sucesso profissional e garantir todos os direitos que o homem possui, inclusive aqueles que elas tanto criticam.

Ouvi falar que homens tem medo de mulheres independentes e analisando o porquê desse medo a gente entra muito na questão cultural. O homem protege, ele traz o alimento, decide pela família, paga a conta, ganha mais, toma a iniciativa etc. Pelo menos era assim há pouco tempo atrás. Com a independência da mulher, que considero um ser bem mais agressivo, quase todas essas funções foram dominadas por elas. E ai? O que sobrou para os rapazes? Não estou querendo passar a mão na cabeça de ninguém e acho que homem que é homem da conta. Será? Antes o homem era o rei da casa, prioridade total. Hoje são os filhos. Muitos homens reclamam de serem deixados de escanteio quando o primeiro filho nasce e sabemos dessa realidade.

Comportamento feminino X Comportamento masculino

Comportamento feminino X Comportamento masculino

Eles realmente estão mais frágeis e podemos perceber isso em relações amorosas, profissionais e familiares. Sou super a favor do avanço da mulher em todos os pontos citados, até porque eu sou uma dessas que buscou muito o profissional e deseja esse sucesso, mas será que não cabe uma reflexão? Sermos mais generosas e deixa-los desempenhar mais o papel que eles precisam desempenhar para se sentirem realmente masculinos?

Óbvio que não é só uma questão de generosidade, existem muitas coisas que precisamos que eles façam e não estamos permitindo ou dando espaço para isso. Provavelmente se eles começassem a assumir vários dos papeis que nos fazem sentir mulheres e nos tirassem essa segurança também houvesse um desequilíbrio social, tenho plena convicção disso. Se o seu marido metrossexual chamar mais atenção que você o bicho vai pegar.

Será que os metrossexuais surgiram para de certa forma competir com as mulheres? Vai saber. Alguma forma eles terão que encontrar para tomar essa posse de novo ou criar novos artifícios para atender a sua natureza, que não se engane, continua lá. Ai é que mora o perigo! E as peladas no meio da semana é o mais tranquilo deles.

Essa escritora que citei no inicio do texto é bem radical, no meu ponto de vista, porém tem muita coerência em suas argumentações. O fato é que o mundo está mudando e muitas vezes, parece que não só queremos alcançar a igualdade entre os sexos e sim colocar o homem no lugar onde estávamos. Inversão de papeis, tipo “vingança” pelo que passamos.

Então é bom refletir, até para uma mudança pessoal de posicionamento. Toda mulher bem resolvida e empreendedora, precisa de um cara para chamar de seu, que cumpra todos os requisitos de cavalheirismo possíveis e que seja muito masculino, por favor!

Então que tal deixarmos que isso aconteça?

Leia outras colunas de Isabella Nóbrega.

Conheça nossos colunistas.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!