Sunday, March 1, 2015
You can use WP menu builder to build menus

Caro Urso, parece coisa do destino, mas quem me indicou seu blog foi a minha ex-mulher enquanto ainda era a dona da pensão. Agora sou eu que devo lhe indagar sobre um fato que aconteceu em minha vida. Minha ex-esposa é uma frequentadora assídua de cartomantes e todo tipo de adivinhos que existem no mundo. Acontece que na última cigana que foi, segundo ela, deu nas cartas que eu a estava traindo. De lá para cá minha vida não teve mais sossego, dia e noite a mulher ficava me azucrinando com a história até que não aguentei mais e fui dormir na zona! Não tinha traído ela até então, mas de tanto me encher a paciência fui mesmo, não me arrependo. Contei para ela, mas ela não acreditou! Não dá para continuar com uma mulher que não te leva a sério e pedi a separação. O que dá nas pessoas para ficar acreditando nessas bobagens? Igor

Aviso: Essa resposta será recheada de sincretismos, ironia e bom humor. Se você não consegue lidar com isso, sugiro realmente que vá ler outra coisa.

Tarot, cartas, baralho cigano

Tarot, cartas, baralho cigano: dá para confiar no futuro previsto?

Salve, salve, irmão Igor! Quero primeiramente lhe mandar um axé para que tenha muito sucesso, que Deus seus ilumine seus caminhos, coloquei seu nome aqui meu altar de orações, adicionei uma oferenda e mandei lhe fazer um patuá! Agora você está protegido! Mais que isso só se eu mandar fechar o seu corpo, seja lá o que isso signifique.

Provavelmente, após o término dessa resposta eu serei uma das pessoas mais odiadas nas comunidades esotéricas, mas assim como Jorge Ben, eu também estou vestido com as roupas e as armas de Jorge, portanto não preciso me preocupar. Esse tal Jorge deve realmente andar em carro blindado e com colete a prova de balas!

Brincadeiras a parte, achei muito interessante a forma com que me escreveu a pergunta, logo no início credita nossa aproximação ao destino e depois escreve indignado com sua ex porque ela vai a cartomantes.

Desde que o mundo é mundo o futuro fascina as pessoas. Os oráculos fazem parte da civilização. Acho que isso vem da falta de resposta de Deus ou dos Deuses em que as massas acreditam.

No cristianismo, por exemplo, Deus não falou diretamente nem com meia-dúzia de fiéis, para ser sincero, só me lembro dele falando com Moisés. E o resto da galera que acredita nele, faz o quê?

Procura interpretadores da vontade divina, uns através do tarot, outros com runas e por aí vai, nessa história tem de tudo. Na idade média não raros eram os sacrifícios de animais feitos para saber se iria chover ou não, afinal, não há melhor termômetro do que as vísceras de um lobo. Em tribos ao redor do mundo até humanos entravam nessa jogada e como o mundo é enorme, podemos acreditar que isso ainda acontece.

Esses “intermediários” alugam seus “dons” a serviço daqueles que tem muito mais curiosidade do que a cabeça no lugar ou está passando por um momento turbulento em sua vida.. Isso é muito normal. Você está lá, com um problema para o qual ninguém tem resposta e ao invés de mandar uma pergunta para mim resolve ir até alguém que lhe promete ver o “futuro”, como se ele pudesse ser visto. 

Minha opinião pessoal é que não existe no mundo alguém capaz de adivinhar coisas, senão as loterias seriam ganhas sempre pelas mesmas pessoas. Alguém poderia argumentar que o “dom” não poderia ser utilizado em benefício próprio, o que faria muito sentido, certo? Então está bem, vamos fazer o seguinte, o adivinho me manda os números da próxima Megasena, eu aposto e faço uma doação para entidades beneficentes! Vamos lá, estou esperando o email!

A “Mãe Dinah”é um exemplo, até hoje ela só acertou a morte dos Mamonas Assassinas. Bom, eu não suportava aquelas músicas mesmo, mas acho que isso não é um motivo para sabotar o avião dos caras!

Se eu fosse tarólogo ou sei lá que nome isso tem, com certeza acertaria 80% de minhas previsões, sem usar um dom sobrenatural sequer. Basta olhar para as pessoas e fazer algumas perguntas e voilá, nasce mais um pato no mundo.

Quer um exemplo? Começaria a conversa com muita introspecção, pedindo a consulente que colocasse as mãos no baralho, assim daria para ver se existe uma marca de aliança em seu dedo. É claro que existe muita gente casada que não usa, mas a maior parte usa sim. Já perguntaria na lata “E aí, como vai o casamento?”ou então faria uma daquelas caras de interrogação do tipo “Faz tempo que ele te deixou?”.

A idade da pessoa também seria usada para compor perfil, assim como o nome e a aparência dela, incluindo o estado das mãos. Tudo isso me daria chance de fazer um monte de perguntas e assim enrolar a consulente por pelo menos uma hora. No final de tudo ela sairia dali muito feliz com as respostas, provavelmente porque eu diria a ela que “Existe alguém muito próximo que não lhe tira da cabeça” aí completo com uma informação que colhi no início da conversa com a localização do possível pretendente, seja no trabalho, na faculdade ou vizinho de muro!

Falando mais sério, acredito que há pessoas sensitivas e que conseguem “ler” o ambiente da pessoa, independente do instrumento (tarot cigano, baralho de cartas, borra de café, runas e até mesmo utilizando as mãos). O futuro acho muito complicado prever, pois ele muda de acordo com cada passo que damos. Contudo, ter mais informações do quadro geral pode lhe dar melhores condições para lidar com os problemas.

No seu caso, caro “Cigano Igor”, a cartomante mais do que previu sua traição, ela foi parte essencial para que isso acontecesse. Sem ela, tua ex não ficaria te enchendo a paciência, você não teria caído na putaria e não teria que passar recebido de mentiroso ao afirmar que traiu sua mulher.

Gostei muito do seu ponto de vista sobre não continuar casado. Para ser sincero achei surreal pedir as contas por dizer que comeu outra mulher e não ter crédito. Achei interessante ver como a sua ex acreditou na cartomante, mas não em você quando confessou a pulada de cerca, acredito que isso aconteceu porque ela, em algum lugar daquela mente oca, deve pensar que a traição aconteceu com alguma amiga e que você estaria querendo despistá-la com falsas evidências!

Eu noto que há uma certa pressão para que acreditemos no sobrenatural. Morei na praia, mais precisamente em São Sebastião-SP, e todo final de ano tinha que conviver com centenas de despachos sendo feitos, junto com as puladas de onda da galera menos adepta ao misticismo.

Entendo que é confortador acreditar em previsões ministradas com certa dose de psicologia informal. Nunca ouvi falar de alguém que foi a um desses “intermediários” e voltou com uma notícia trágica e insolúvel, mas já vi muitos casos onde um “trabalho” milagreiro resolve todos os problemas, traz a pessoa de volta em três dias, recupera o amor perdido, cura impotência e tudo mais que você precisa.

Sei que muitos leitores vão me falar que existem forças sobrenaturais que movem o mundo, mas só acredito na força que conheço: a das contas vencendo. Ela me faz levantar todos os dias, evitar a moleza, seguir adiante sem olhar para o que o colega faz, cuidando apenas da minha vida e pouco me interessando pelo futuro que ainda não chegou. Quer saber o futuro? Tenha paciência que uma hora ele chega. Quer uma vida melhor? Faça por merecer!

Grande abraço do Urso!

Você já traiu, já foi traído ou nunca descobriu nada?

Caro leitor ou cara leitora, estou fazendo uma pesquisa para um artigo que estou escrevendo. Posso contar com sua ajuda? O formulário permite o anonimato!

Comentários

Comentários