Saturday, 28 de May de 2022

Mais de trinta

Mentiras Sinceras

Mentiras sinceras

Será que quando ficamos mais velhos, mentimos mais ou menos? Quando éramos mais novos a mentira era praticamente diária, conheci poucos adolescentes pouco mentirosos. Era uma coisa doida de horário, namorados, cigarros e bebida. Acontece que em qualquer idade e lugar é fato, acostumem-se, as pessoas mentem.

Começa com aquela mentira no trabalho, quando na entrega de um relatório importante mentimos ao chefe dizendo que faltam alguns detalhes e diz que entrega no final do dia, mas nem começamos a fazer. Depois em outra mentira básica no primeiro encontro que algumas mentiras são ditas para impressionar, sabe como é né, poucos vão admitir. Você diz que faz natação, mas só freqüentou algumas vezes a piscina, pagou o plano semestral, mas nunca apareceu.

Percebo que no casamento essas mentiras também acontecem, normalmente deixam as mulheres num ataque de fúria. Todos acusam que homens mentem mais que mulheres, discordo, mentira não é especialidade de nenhum sexo.

Todo mundo mente e muito bem quando quer. Tem até quem aconselha que mentira boa seja mentira simples, sem muitos detalhes, que é para não esquecer e soar mais confiável. As mulheres além de mentirosas são sedutoras e podem mudar facilmente uma situação. Toda mulher esconde as sacolas dos shoppings de seus maridos e quando perguntam: Roupa nova amor? Elas logo respondem; Imagina, isso é velho, você que não repara em mim. E acredite isso é um vicio passado de mãe para filha, eu lhe asseguro disso.

Entre amigos isso também é bastante comum. Mentiras do tipo “estou chegando”quando você nem saiu de casa, que você bebeu apenas três cervejinhas mais na verdade bebeu quase um engradado e diz que está ótimo para dirigir.

Pode parece um pouco contraditório, mas algumas mentiras são verdadeiramente necessárias, a pura verdade é que todo mundo brinca de enganação. O que acontece é muito simples e natural, a gente finge que engana e finge que acredita.

Quem nunca ficou mal de amor ou com uma ressaca “braba”, ligou para o chefe dizendo que estava “começando a gripar”? Quem nunca dormiu mais cinco minutinhos e colocou a culpa no transito caótico?

Isso não mata e não fere, no mundo adulto não se culpe, mas tenha vergonha, porque nenhuma mentira deixa de ser descoberta, nem as graves e sérias e nem as bobas.

Eu sei que existem “mentidores” compulsivos rondando a cidade, mas é fácil conhecê-los, por isso cuidado, mentira pode ser viciante.

Essas mentirinhas sinceras do cotidiano são permitidas no mundo adulto apenas porque somos todos cúmplices É perdoável, é sincero, é “quase” honesto.

Conheça outros colunistas do Mais de Trinta.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!