Saturday, 28 de May de 2022

Mais de trinta

Quem está traindo quem?

Quem está traindo quem

No mundo dos relacionamentos, nem tudo é o que parece.

Numa era em que a fidelidade é um objeto de vitrine que apenas é admirado de longe, porque ninguém quer pagar o alto preço que o objeto impõe. Temos muitas discussões sobre as pessoas que tem um compromisso e traem. Porém sobre aquele que faz essa traição se concretizar quase sempre é deixado de lado, afinal quando este outro não tem um compromisso com ninguém, lhe presenteiam com a liberdade de fazer o que quiser, “Ela é solteira, não deve nada a ninguém”


Ai é que vem o engano, deve sim. Deve a si mesmo! Quando alguém sai com alguém comprometido, colocando o peso da traição apenas no ”traidor” está esquecendo-se de si mesmo dos seus desejos e necessidades.

“Ué num to intendeno.” Não?!

Onde é que você enfiou o seu desejo de ter alguém te fazendo companhia à noite, nos finais de semana, viagens juntos, passeios ao ar livre, reuniões familiares? Algo bem simples um participar da vida do outro. Como é que você dá conta de esconder debaixo do tapete seus desejos?

Como você lida com a dor de estar só quando mais precisa de um colo, um ombro? São perguntas como essa que você deve responder. Mas temos uma que é a mais importante: Porque me sujeito a essas situações, se não é isso que quero para mim? O que está por trás dessa “não escolha”?

Colocar a culpa nas estatísticas, quantidade de homens x mulheres é simplista demais e cegar-se sobre o real. As respostas para essas perguntas estarão intimamente ligadas à auto-estima, aos padrões de relacionamentos anteriores (decepções), às faltas do passado, etc.

O que você está ganhando?

Assim como as vantagens que se têm com esse modelo de relacionamento, todos a sua medida têm vantagens ao assumirem papéis, seja o de traidor, de traído, de vítima, de acomodado, do que se finge de cego, etc.

Então meus caros, prato de arroz e feijão tem aos montes por ai. Está na hora de você sair da zona de conforto que esse tipo de relacionamento oferece (não ter rotina, contas para pagar, filhos, problemas, família, etc) e descobrir as respostas para ir a busca de um belo banquete.

Beijos da Loba

Leia mais textos de Luciane Reis – A Loba

Conheça outros colunistas do Mais de Trinta.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!