Monday, 24 de January de 2022

Mais de trinta

Músicas para voltar ao passado

Abba

Abba

Nos anos 70 e 80, em que nasci e vivi minha infância, não me lembro de tanta efemeridade nas músicas quanto vejo hoje. Bandas lançavam músicas com clipes bonitos, para o gosto da época, que permaneciam em execução por anos e anos. E, parecia que em todas as festas (hoje se chamam baladas!), elas jamais poderiam faltar.

Posso citar como exemplo o quarteto ABBA, cujo nome foi formado pelas primeiras letras dos nomes dos componentes do grupo (Agnetta, Björk, Benny e Anni-Frid ou Frida). O grupo ganhou fama internacional após vencer o Festival Eurovisão da Canção, em 1974, apesar de existir desde 1972. O ABBA fez sucesso pelos ritmos cativantes das canções, suas letras simples e um som único. Mas, em dezembro de 1982 (devido às separações dos casais Benny e Frida e Agnetta e Björk), o grupo encerrou a carreira.

Esse grupo povoou os meus mais lindos sonhos de infância e adolescência. Talvez pelo fato de ser a filha mais velha, e não ter alguém da mesma idade para sair quando tinha 15 anos, me contentava em ouvir as músicas que tocavam todas as noites de sábado nas festas que ocorriam no bairro em que morava. Como havia poucas casas no setor (Vila Brasília, em Aparecida de Goiânia – Goiás), era comum ouvir até as primeiras horas do domingo posterior o som que saia das casas de vizinhos um pouco distantes.

Eu ficava imaginando histórias de amor, em que era a protagonista e um belo cavalheiro me tomava em seus braços, rodopiando comigo pelo salão. Influenciada pelos acordes musicais, muitas vezes adormecia e sonhava com o príncipe encantado! Ao acordar, notava que tudo fora apenas encanto causado pelas belas melodias do ABBA!

Hoje, ouvindo as músicas que os jovens ouvem, sabendo que amanhã não irão se lembrar do escutaram agora, lamento que tudo tenha se tornado tão comercial. Lembro que, muitas vezes, eu conseguia entender o que a letra da músicas diziam. Mesmo estando em inglês! E hoje não consigo perceber qual a mensagem que os “artistas e cantores” esperam passar para seu público. Tomara que isso mude!

Leia mais textos de Cynthia Costa

Conheça outros colunistas do Mais de Trinta.

Comentários

Comentários

Conteúdo exclusivo e promoções

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do Mais de Trinta e ser informado de promoções exclusivas para assinantes. Você receberá duas mensagens por semana!